A gestão de receitas preocupa-se com a otimização dos resultados financeiros e é especialmente popular em setores como hospitalidade, que deve enfrentar altos custos fixos e um estoque de perecíveis. Por exemplo, os hotéis têm um certo número de quartos e custos fixos que devem ser atendidos, independentemente de quantos quartos são vendidos. Nessas indústrias, o gerenciamento de receitas é empregado em um esforço para prever a demanda e otimizar o estoque e a disponibilidade de preços. Quando utilizado corretamente, isso resultará em receita mais alta.

Menu rápido:

História da Gestão de Receitas

A história da gestão de receitas remonta à década de 1980, originada no setor de aviação civil. Para otimizar os resultados financeiros, as companhias aéreas começaram a introduzir um conceito conhecido como preços dinâmicos. Empresas como a American Airlines obtiveram grande sucesso ao aplicar técnicas de discriminação de preços e antecipar a demanda do consumidor.

O que é gerenciamento de receita?

Então o que é gerenciamento de receita, e o que isso realmente envolve? Em termos gerais, pode ser descrito como o uso de análises, que ajudam a prever o comportamento dos clientes, de forma que a disponibilidade e o preço do produto possam ser otimizados para gerar o máximo de receita possível. No setor de hospitalidade, o objetivo principal é aumentar a receita e, ao mesmo tempo, vender o mesmo número de produtos ou serviços, como quartos de hotel. Trata-se, essencialmente, de combinar oferta e demanda, e o gerenciamento de receita bem-sucedido envolve a compreensão de como os clientes pensam e quais são suas percepções de valor. Isso pode significar também se recusar a vender um quarto hoje, para que você possa vendê-lo por um preço mais alto amanhã, mas também pode significar reconhecer quando a demanda está baixa o suficiente para que você venda a um preço com desconto.

A definição mais comum de gerenciamento de receita é:

Vender o produto certo para o cliente certo, no momento certo, com o preço certo, por meio do canal de distribuição certo com a melhor relação custo-benefício

Vídeo “O que é gerenciamento de receita?”

 

Condições necessárias para gerenciamento de receita

Para que uma empresa empregue um estratégia de gestão de receita efetivamente, uma série de condições devem estar em vigor.

Essas condições são as seguintes:

• Clientes diferentes devem estar dispostos a pagar preços diferentes pelo mesmo serviço ou mercadoria;
• O negócio deve ter alguma habilidade para prever os níveis de mudança de demanda com antecedência;
• Apenas uma quantidade fixa de recursos está disponível para venda a qualquer momento;
• Um estoque perecível, por exemplo, após um certo ponto, os recursos não podem mais ser vendidos.

Gerenciamento de receita vs. gerenciamento de rendimento

A gestão de receitas pode ser considerada bastante semelhante a gestão de rendimento e, de fato, muitos proprietários de empresas confundem os dois conceitos. O gerenciamento de rendimento veio primeiro e é mais tático do que estratégico. Ele também tem um foco mais restrito, como gerenciamento de rendimento descreve a parte do processo de otimização de preços. Por outro lado, o gerenciamento de receita considera mais o panorama geral e pode envolver coisas como previsões e análises aprofundadas. Para fornecer um exemplo sobre o Setor de hospitalidade, o gerenciamento de rendimento estaria preocupado com a venda de um quarto de hotel, enquanto o gerenciamento de receita pode levar em consideração todas as implicações, incluindo áreas de gastos secundários e o custo envolvido na venda efetiva do quarto em primeiro lugar.

Para obter informações mais detalhadas sobre a diferença entre gerenciamento de receita e gerenciamento de rendimento, leia também o artigo “Gerenciamento de receita vs gerenciamento de rendimento”.

A importância da gestão de receitas

Como estratégia, o gerenciamento de receita permite que as empresas adotem uma abordagem baseada em dados para decisões sobre o que vendê-los. É uma maneira de garantir que decisões informadas sejam tomadas e que sua empresa faça o melhor para aumentar a receita, enquanto vende a mesma quantidade de produtos e serviços de antes. A gestão de receitas muitas vezes se preocupa em prever a demanda e otimizando preço e disponibilidade, em um esforço para aumentar a receita. Uma abordagem ainda mais profissional é levar em consideração todas as receitas de gastos por área por quarto e também levar em consideração todos os custos de distribuição e / ou operacionais. Isso dará aos hoteleiros um uma visão ainda maior do desempenho real do hotel.

Tudo sobre previsão

A previsão pode desempenhar um papel fundamental nas estratégias de gerenciamento de receita, mas, primeiro, é essencial saber o que a previsão realmente é, por que é tão benéfica e algumas das melhores maneiras de otimizar seu uso.

O que é previsão?

Previsão refere-se à prática de prever eventos futuros, com base em uma análise de dados passados e presentes. Dentro do hotel indústria, isso significa olhar para dados de desempenho anteriores, dados mais amplos da indústria e informações disponíveis para sua empresa agora. A partir daí, a previsão normalmente depende da identificação de tendências.

Uma vez identificadas as tendências nos dados, elas podem ser levadas em consideração, juntamente com outras informações, para fazer previsões mais informadas sobre o que o futuro trará. Isso pode significar a previsão da geração de receita futura, taxas de ocupação de quarto, comportamento do cliente e muito mais.

Por que a previsão é tão importante?

A previsão é uma ferramenta útil para fins de gestão de receitas, porque permite que os envolvidos com a gestão de hotéis antecipar eventos futuros e planejá-los com antecedência. Por exemplo, você pode fazer ajustes em suas despesas se sua previsão sugerir que você vai gerar menos receita do que no ano anterior.

As previsões precisas podem ser inestimáveis, porque permitem que os hotéis se preparem para as más notícias e mitiguem os danos, ao mesmo tempo que capitalizam totalmente os períodos de alta demanda. Embora a previsão nunca seja 100 por cento precisa, isso significa que as principais decisões podem ser tomadas com base em tendências e informações relevantes, erradicando algumas das conjecturas envolvidas.

Dicas úteis de previsão

Abaixo, você encontrará uma análise de algumas dicas úteis que podem ajudá-lo em seus esforços de previsão.

1. Manter registros precisos

Uma boa previsão depende de dados precisos, por isso é tão importante que você se comprometa a organizar e registrar as informações de maneira adequada. Em particular, para fins de gerenciamento de receitas de hotéis, você desejará manter planilhas com receitas, lucros, taxas de ocupação, tarifas de quartos e outras informações de vendas. Em última análise, como a previsão depende dos dados, a qualidade dos registros que você mantém pode ter uma grande influência sobre a precisão de suas previsões.

2. Volte para os dados históricos

Uma das melhores ferramentas à sua disposição em termos de previsão são os dados históricos, porque muitos padrões que podem influenciar o gerenciamento de receita são repetitivos. Embora não possa lhe fornecer certeza total, se você perceber que seu hotel tem uma demanda muito maior em junho, julho e agosto do que em outras épocas do ano, você pode razoavelmente supor que o mesmo ocorrerá novamente e o mesmo se aplica a períodos de baixa demanda também.

3. Examine os dados que já estão nos livros

É importante ter em mente que os dados mais confiáveis que você tem disponível ao tentar fazer previsões são os dados que já estão nos livros. Para os hotéis, isso significa as reservas de quartos e restaurantes já realizadas, bem como os eventos programados e agendados dentro das instalações. Essencialmente, os dados nos livros podem ser vistos como “o que você já sabe com certeza” e, às vezes, essas informações podem contradizer tendências anteriores de hotéis.

4. Lembre-se de feriados e eventos

Vários feriados e eventos podem ter uma influência significativa nos níveis de demanda e, por sua vez, impactar sua estratégia de gerenciamento de receita. Por exemplo, se houver eventos próximos ao seu hotel, você poderá prever níveis mais altos de demanda do que o normal naquela época do ano. Ao mesmo tempo, feriados como o Natal costumam levar ao aumento da demanda por quartos de hotel, portanto, isso também deve ser levado em consideração.

5. Monitore hotéis e resorts rivais

Outro fator externo a ser considerado ao fazer previsões para fins de gerenciamento de receita é o comportamento de seus concorrentes. Para o fazer, terá de se certificar de que conhece os vários outros hotéis ou opções de alojamento nas proximidades, bem como hotéis noutras áreas que apelam ao seu público-alvo. Surgiram novos concorrentes? Os existentes fizeram alterações que podem atrair mais visitantes? Algum hotel rival foi fechado?

6. Dicas adicionais de previsão

Além disso, você precisa levar em consideração as tendências mais amplas da indústria e do mercado e deve acompanhar sua previsão com diferentes departamentos, para que as estratégias possam ser ajustadas para maximizar a geração de receita. Por exemplo, você pode precisar mudar os canais de distribuição que você usa ou as regiões que você almeja. Para obter mais dicas de previsão, leia o “9 dicas de previsão para melhorar sua estratégia de gerenciamento de receita” artigo.

Estratégias para gerenciamento de receita

A seguir, você poderá aprender mais sobre algumas das diferentes estratégias que pode adotar para fins de gestão de receitas, permitindo otimizar os resultados financeiros do seu hotel.

Controle o seu setor e o mercado

Conhecer o mercado em que você está e compreender totalmente o seu próprio setor são pré-requisitos para uma gestão de receita bem-sucedida. Você deve estar ciente de seus concorrentes, não apenas na indústria hoteleira, mas também em outras áreas onde seu negócio pode ser potencialmente impactado. Você também precisa entender as tendências de tecnologia de hotéis e outras tendências que estão impactando seu setor, junto com sua capacidade de atrair os clientes.

Segmentação e Otimização de Preço

Outra estratégia de gerenciamento de receita útil envolve a segmentação de seus clientes em diferentes tipos. Depois de fazer isso, você pode começar a pensar sobre como cada tipo de cliente se comporta, quando faz a reserva, como faz a reserva e assim por diante. O benefício aqui é que você pode abordar diferentes tipos de clientes com diferentes estratégias de preços e estratégias de marketing, em vez de tentar atrair a todos com uma abordagem única e uniforme.

Alinhamento entre departamentos

Hotéis e outros negócios semelhantes alcançam sucesso quando os vários departamentos puxam na mesma direção, a fim de atingir objetivos comuns, e isso também é relevante para a gestão de receitas. Sua abordagem geral aqui precisa ser baseada em evidências e dados, e você pode usar isso para trazer departamentos individuais a bordo. A partir daí, é importante que todos os departamentos trabalhem juntos para criar mensagens e experiências consistentes para os clientes.

Escolha a melhor estratégia de preços para o momento

Quando se trata de estratégias de preços, é importante selecionar a estratégia certa para o momento em que você está. Pode haver, por exemplo, momentos em que a demanda é baixa e a prioridade é simplesmente preencher um quarto do seu hotel. Nesse momento, oferecer preços com desconto faz sentido. No entanto, pode haver outros pontos onde a demanda é alta e você adota uma abordagem de valor agregado ou, alternativamente, você pode basear seus preços nas taxas de seus concorrentes.

Faça das reservas diretas uma prioridade máxima

Uma parte importante do gerenciamento de receita é usar o canal de distribuição certo para encontrar o cliente certo e, embora você queira alcançar o maior número possível de pessoas, a prioridade deve ser gerar reservas diretas sempre que possível. Quando as reservas são feitas diretamente, você não precisa pagar taxas de comissão ou outras taxas a ninguém, maximizando a receita. Ofertas especiais, programas de fidelidade e um processo de reserva de alta qualidade são formas de oferecer incentivos para reservas diretas.

Estratégias de gerenciamento de receita adicionais

Existem várias outras estratégias de gerenciamento de receita que vale a pena ter em mente. Exemplos disso incluem tudo, desde a adoção de estratégias de marketing digital, como otimização de mecanismos de pesquisa e otimização para dispositivos móveis, para alcançar mais pessoas, diretamente até a ajuda de um gerente de receita freelance, para que você possa otimizar sua estratégia. Leitura “9 estratégias de gerenciamento de receita para expandir seu negócio de hotéis” descobrir mais.

Os principais KPIs para gerenciamento de receita

Em última análise, o gerenciamento de receitas visa melhorar os resultados financeiros. No entanto, para fazer isso, você precisa entender como está o desempenho do seu hotel. Abaixo, você encontrará alguns dos indicadores-chave de desempenho (KPIs) mais essenciais para monitorar.

Taxa de ocupação

A taxa de ocupação de um hotel descreve o número de quartos ocupados em um determinado período de tempo, em comparação com o número de quartos que podem realmente ser ocupados. Essencialmente, o objetivo deste indicador-chave de desempenho é identificar quantos dos quartos disponíveis foram realmente preenchidos, e isso é expresso como uma porcentagem.

Fórmula: Taxa de ocupação (%) = Número de quartos ocupados / Número total de quartos disponíveis

Taxa média diária (ADR)

O KPI de taxa média diária informa a um hotel o valor médio que ele está ganhando em receita de aluguel por quarto ocupado. Considera apenas quartos ocupados por meio de reservas pagas, não incluindo quartos vazios ou ocupados por funcionários. É uma métrica crucial para entender quanto dinheiro você está ganhando, em média, com cada quarto que vende.

Fórmula: ADR = Receita de quarto ganha / Número total de quartos vendidos

RevPAR

RevPAR é um dos KPIs mais amplamente usados para fins de gerenciamento de receita de hotel e representa a receita por quarto disponível. Essa métrica informa a quantidade de receita que está sendo gerada por quarto, independentemente de esses quartos estarem realmente ocupados. É, portanto, uma medida do desempenho geral da receita de sua propriedade.

Fórmula: RevPAR = Receita de quarto ganha / Número total de quartos disponíveis

RevPOR

A receita por quarto ocupado, ou RevPOR, compartilha semelhanças com a métrica de diária média, pois também se preocupa com a receita gerada a partir dos quartos ocupados. No entanto, enquanto ADR está preocupado com a receita de aluguel de quarto, RevPOR tem uma visão mais ampla, levando em consideração coisas como café da manhã, serviço de quarto, serviços de spa, etc.

Fórmula: RevPOR = Receita total de quartos ocupados / Número de quartos vendidos

GOPPAR

A métrica GOPPAR significa lucro operacional bruto por quarto disponível. Ao rastrear e examinar isso, você pode entender o desempenho financeiro real do seu hotel, porque ele está focado no lucro, e não na receita. Isso leva em consideração as despesas e é feito com base nos quartos disponíveis para venda, e não nos quartos que foram vendidos.

Fórmula: GOPPAR = (Receita total - Despesa total) / Número total de quartos disponíveis

Todos os KPIs de gerenciamento de receita

Para obter o máximo de seus esforços de gerenciamento de receita, é melhor rastrear o maior número possível de indicadores-chave de desempenho, pois isso fornecerá mais informações para usar ao tomar decisões estratégicas. Crucialmente, cada KPI dirá algo ligeiramente diferente, fornecendo uma visão holística, e certos problemas podem ser mais fáceis de detectar usando um KPI do que com outro. Verificação de saída “Os KPIs de gerenciamento de receita mais usados para hotéis” aprender mais.

Estratégias de preços de gerenciamento de receita

Aqui, você encontrará uma análise de algumas das principais estratégias de preços que podem ser adotadas para fins de gerenciamento de receitas. Cada estratégia tem seus próprios benefícios exclusivos, mas algumas estratégias são melhor implantadas em momentos específicos.

Preços com base na previsão

Os preços baseados em previsões permitem que os hotéis ajustem suas tarifas de maneira uniforme, de acordo com a demanda prevista. Por exemplo, quando espera-se que a demanda seja alta, o hotel pode cobrar tarifas de quarto mais altas, ao passo que, em tempos de baixa demanda, o hotel pode potencialmente ocupar quartos que, de outra forma, ficariam desocupados oferecendo tarifas com desconto. Essa estratégia, no entanto, depende fortemente de uma estratégia de previsão de alta qualidade.

Taxa de paridade

O princípio básico por trás da paridade de taxas é obter preços consistentes em todos os canais de distribuição disponíveis. Na verdade, é obrigatório listar o seu hotel em determinados sites de agências de viagens online e pode ajudar a gerar confiança dos clientes, pois eles saberão que estão pagando o mesmo preço pelos mesmos quartos. No entanto, torna mais difícil para os hotéis usar os preços para atrair reservas diretas e isso pode significar pagar mais comissão a terceiros.

Preço por segmento

O preço por segmento é outra estratégia comum para fins de gerenciamento de receita e envolve a venda dos mesmos quartos a preços diferentes para diferentes segmentos de clientes. Por exemplo, isso pode significar vender quartos a uma tarifa mais baixa para clientes comerciais, porque eles provavelmente usarão instalações corporativas. Também pode envolver a venda de quartos a uma tarifa mais baixa para agentes de viagens, que os venderão aos clientes como parte de pacotes de negócios.

Códigos de desconto para reservas diretas

As reservas diretas devem ser sempre priorizadas, pois permitem que você retire todo o dinheiro que o cliente gasta, em vez de pagar uma comissão. Uma das estratégias que os hotéis adotam para incentivar isso é oferecer códigos de desconto. Eles podem ser oferecidos com antecedência, a fim de atrair reservas em períodos de baixa demanda, mas também podem ser oferecidos no check-out, a fim de incentivar o retorno do cliente e persuadir os clientes a reservar diretamente na próxima vez.

Ofertas de pacotes de quarto

As ofertas de pacotes permitem que você ofereça descontos nas vendas de vários quartos, o que os torna extremamente eficazes para atrair reservas de grupos. Isso pode ajudar em seus esforços de gerenciamento de receita, especialmente em períodos em que você deseja preencher o máximo de quartos possível. Embora você esteja vendendo os quartos por um pouco menos do que venderiam individualmente, a garantia da venda de vários quartos geralmente vale a pena, especialmente quando a demanda é baixa.

Mais estratégias de preços

Além das mencionadas, há uma série de outras estratégias de preços que podem ser de grande utilidade ao tentar otimizar a receita. Isso inclui uma estratégia de tempo de permanência, em que você pode encorajar os hóspedes a estender sua estadia oferecendo um desconto, bem como venda incrementada e venda cruzada. Para saber mais sobre essas estratégias e como funcionam na prática, dê uma olhada no “10 estratégias de preços para aumentar a receita do seu hotel” artigo.

Outras dicas de gerenciamento de receita

Abaixo, você encontrará algumas dicas extras que o ajudarão com sua estratégia de gerenciamento de receita.

Construir uma cultura de gerenciamento de receita

Uma das melhores maneiras de aprimorar o gerenciamento de receita é criar uma cultura em que o gerenciamento de receita seja importante para todos. Isso significa criar consciência dentro do seu hotel sobre o que é o gerenciamento de receitas, seu propósito e por que é tão importante para o seu hotel. Ao criar esse tipo de cultura, você aumenta as chances de departamentos e funcionários individuais utilizarem as melhores práticas para registrar dados e tomar decisões baseadas em evidências.

Mantenha o ritmo com as mudanças no comportamento do cliente

Embora os dados anteriores desempenhem um papel importante no gerenciamento de receita, você não pode negligenciar o que está acontecendo hoje e amanhã. Isso é especialmente verdadeiro quando se trata de mudanças nos comportamentos e hábitos dos clientes. Por exemplo, você pode notar que, em comparação com cinco ou dez anos atrás, mais de seus clientes estão reservando online em vez de por meio de agentes de viagens. Fique de olho na mudança de hábitos e certifique-se de que suas estratégias sejam relevantes para os clientes modernos.

Enfatizar valor em vez de preço

Nem sempre é possível gerar maior demanda baixando o preço e nem sempre é aconselhável fazê-lo de qualquer maneira. Uma alternativa é enfatizar o valor em vez do preço. Afinal, as pessoas estão dispostas a pagar mais se lhes for garantido um melhor nível de serviço e uma melhor experiência geral. Você também pode oferecer extras, como descontos em noites adicionais, café da manhã grátis ou outros serviços, enquanto mantém os preços onde quiser.

Use a automação apenas nos lugares certos

A automação tem um papel importante a desempenhar na gestão de receitas, mas é importante não se tornar excessivamente dependente dela. Embora o software possa ser usado para fazer cálculos instantaneamente e os algoritmos possam ser configurados para informar as decisões, as melhores estratégias exigem um pensamento diferenciado. Pode haver momentos em que você precise pensar fora da caixa, arriscar ou tentar algo novo, e um toque humano será necessário para isso.

Mais dicas de gerenciamento de receita

Há uma série de dicas adicionais de gerenciamento de receita para manter em mente, desde o mapeamento de onde vem a demanda até ter certeza de que seu site e mecanismos de reserva são totalmente otimizados para dispositivos móveis. Você pode ler mais sobre essas dicas e entender por que são importantes lendo “8 dicas de gerenciamento de receita para hotéis”.

Estratégia de preços abertos para o seu hotel

Uma estratégia de preços abertos afasta-se dos modificadores fixos associados ao modelo BAR (melhor tarifa disponível) em que muitos hotéis confiam, proporcionando aos hotéis maior flexibilidade para alterar a tarifa que cobram por um quarto, com base no nível de demanda no local tempo, a fim de maximizar a receita.

Esse modelo também oferece benefícios potenciais para o cliente, pois significa que o hotel tem maior flexibilidade para precificar quartos fora do BAR estabelecido, o que às vezes pode resultar em uma tarifa melhor para os hóspedes do hotel, principalmente nos momentos em que se adequa à estratégia de gestão de receita de um hotel para encher uma sala rapidamente.

Essencialmente, o preço aberto significa que muitos pontos de preço incrementais diferentes devem ser plotados em relação a uma curva de demanda. O preço pode ser afastado do BAR quando a situação o exigir ou quando for benéfico fazê-lo. Essa gama mais ampla de preços facilita a atração de clientes, o que significa que mais quartos são preenchidos e mais receita é gerada.

Usando uma abordagem mais fixa de preços, os hotéis às vezes são obrigados a fechar canais de distribuição em potencial ou limitar as vendas em dias específicos, mesmo que os clientes planejem ficar mais tempo. O preço aberto oferece liberdade e evita o fechamento de canais de distribuição ou oportunidades promocionais. Você pode descobrir mais sobre essa abordagem e os benefícios lendo “Open Pricing: Por que é a próxima estratégia de gestão de receita hoteleira?”

Explore os cursos de gerenciamento de receita de hotéis

Se você é proprietário de um hotel, gerente geral ou de outra forma envolvido nas principais decisões estratégicas em torno da gestão de receitas, pode ser benéfico dar uma olhada mais de perto nos cursos formais de gestão de receitas de hotéis. Eles cobrirão tudo, desde os conceitos básicos de gerenciamento de receita até as estratégias específicas e as melhores ferramentas a serem usadas.

Leitura “Cursos de gestão de receitas de hotéis: informações + lista de educadores” para obter mais informações sobre como esses cursos podem beneficiá-lo e para obter uma lista de algumas das organizações que oferecem esses cursos.

Como um sistema de gerenciamento de receita pode ajudar?

Um sistema de gerenciamento de receita, ou RMS, é uma solução de software que permite que você execute mais facilmente várias tarefas relacionadas ao gerenciamento de receita. O software pode usar os dados que você inserir, bem como dados mais amplos do setor, e realizar análises em tempo real do estado de seus negócios e de seu desempenho financeiro atual.

Usar um sistema de gerenciamento de receita pode ajudar a melhorar a eficiência e a precisão, ao mesmo tempo que oferece alguns insights úteis. Para saber mais, leia “Sistema de gerenciamento de receita (RMS): quais são as vantagens?”

Características de um sistema de gerenciamento de receita

Antes de investir em um sistema de gerenciamento de receita, é uma boa ideia se familiarizar com os recursos disponíveis. Isso pode variar de uma solução para a outra, mas normalmente inclui coisas como sistemas de preços, integração com outro software de hotel, visualização de dados, opções de gerenciamento de previsões e muito mais.

Leitura “Sistema RMS: uma visão geral dos recursos mais importantes” para uma análise mais detalhada dos principais recursos, com uma explicação de como eles funcionam e por que podem ser úteis para você.

O que é Total Revenue Management?

Para maximizar a lucratividade, os hotéis precisam otimizar o desempenho de várias fontes de receita diferentes, que podem incluir alimentos e bebidas, instalações para conferências, atividades de lazer e muito mais. Esta é a ideia básica por trás do gerenciamento de receita total, onde você aplica técnicas de gerenciamento de receita a todos os departamentos aplicáveis.

Confira "Total Revenue Management: como os hotéis podem maximizar suas receitas”Para aprender muito mais sobre o gerenciamento de receita total como um conceito, como ele difere do gerenciamento de receita de hotel mais padrão, as vantagens de usar o gerenciamento de receita total e algumas dicas sobre como implementar essa estratégia em seu hotel.

As mais recentes estratégias, táticas, tendências e Pontas

A gestão de receitas envolve a venda do quarto certo, para os hóspedes certos, pelo preço certo, através dos canais certos, de forma a maximizar os seus resultados financeiros. Na categoria “Gerenciamento de receita”, você poderá aprender mais sobre algumas das estratégias e táticas específicas de gerenciamento de receita que podem ajudar nisso, bem como as principais tendências. Você também encontrará dicas específicas que podem ajudá-lo a melhorar seus próprios esforços de gerenciamento de receita.

As últimas estratégias, táticas, tendências e dicas de marketing para hotéis

O marketing de hotéis abrange uma ampla gama de diferentes estratégias e táticas, e é importante familiarizar-se com elas. Na categoria “Marketing de hotéis”, você encontrará postagens em blogs que oferecem todas as informações mais importantes, bem como detalhes sobre algumas das principais tendências da indústria hoteleira. Além disso, você poderá acessar dicas que o ajudarão a aprimorar o marketing do seu próprio hotel e a aproveitar ao máximo o seu investimento financeiro nesta área.

Gestão de receita em outras indústrias

Tudo começou na indústria de aviação e está principalmente associado a hotéis, mas pode ser empregado em quase qualquer empresa onde mudanças nos níveis de demanda podem ser previstas, onde os custos fixos devem ser pagos independentemente das vendas e onde os clientes estão dispostos a pagar de forma diferente preços para o mesmo produto ou serviço. Além de seu uso dentro do indústria de hospitalidade, o gerenciamento de receitas surgiu como uma estratégia popular dentro das locadoras de veículos, cinemas, serviços financeiros, serviços médicos e indústria de telecomunicações.

Quer saber mais sobre gerenciamento em setores relacionados?

Todas as indústrias relacionadas com a hospitalidade, viagens e turismo têm pontos em comum, no entanto, a gestão em cada indústria é influenciada por fatores específicos e únicos. Nos artigos a seguir, você pode aprender mais sobre gerenciamento em setores relacionados.

Mais dicas para expandir seus negócios

Revfine.com é uma plataforma de conhecimento para a indústria de hospitalidade e viagens. Os profissionais usam nossos insights, estratégias e dicas práticas para se inspirar, otimizar receitas, inovar processos e melhorar a experiência do cliente. Você pode encontrar todos dicas de hotéis e hospitalidade nas categorias Gestão de Receitas, Marketing e Distribuição, Operações Hoteleiras, Pessoal e Carreira, Tecnologia e Programas.

Submeter um artigo